É a alegria indo de caso com a saudade.

wado-vazio-tropical

Wado – Vazio Tropical

Delicadeza é um termo difícil de descrever na arte. Ele se torna amplo e variável de acordo com a percepção do ouvinte ou espectador e pode tomar a forma de elogio ou crítica. A delicadeza pode aparecer com floreios, da forma que a música acostumou-se a apresentá-la, cheia de toques que gostamos de chamar de “fofos” ou “bonitinhos”. É raro encontrarmos uma obra de delicadeza crua, simples e sincera. É dessa delicadeza quase poética que está carregado Vazio Tropical, o sétimo disco do catarinense radicado em Alagoas Wado.

O tempo vai dar uma melhor dimensão à importância desse mais recente trabalho de Wado, mas a impressão que fica ao ouvir Vazio Tropical hoje é que este é um disco atemporal, definidor de uma geração da MPB brasileira que de certa forma carece de ídolos. Doze anos após o lançamento de Manifesto da Arte Periférica, seu primeiro trabalho, Wado volta em 2013 com uma carreira cheia de projetos diversos, experimentando todos os estilos dentro da música brasileira.

Não tão conhecido entre o público, o cantor leva no mundo da música o título de ser um dos mais importantes artistas independentes do país, e em Vazio Tropical reúne artistas de diferentes fases da música nacional. Produzido por Marcelo Camelo – vocalista do Los Hermanos, uma das bandas mais importantes que o Brasil já criou –, o disco conta ainda com a participação do cantor Momo, de carreira similar à de Wado; e dois rostos famosos da chamada “nova MPB”, Mallu Magalhães e Cícero.

Vazio Tropical traz no nome a ideia poética que confirma musicalmente. Aqui, Wado confronta a música tropical animada, de instrumentos altos e alegria contagiante. O vazio tropical é a solidão do dia seguinte à animação, é o vazio do dia sol, não do dia cinza. É o vazio de uma solidão que rima com aceitação, que já dá as caras na faixa inicial do disco “e segue os mendigos nas multidões / Já são tão normais que nem mais emocionam”; e tem numa simples frase da canção Rosa o resumo da beleza delicada e profunda que canta: “vai doer, mas depois vai passar”.

A produção de Marcelo Camelo é evidente no disco, lembrando bastante o trabalho derradeiro da sua banda, “4”, de 2005. O instrumental é sutil, aparecendo aos poucos e nunca com toda sua força de uma vez só. As músicas são construídas de forma crescente, com momentos levados só ao som de um violão, com um trombone aparecendo de vez em quando, um vibrafone em outro momento; assim criando uma harmonia singela que acompanha a voz de Wado.

Com uma carreira repleta de experimentos musicais, é bonito ver como em Vazio Tropical Wado utiliza sua experiência para, de forma simples, transmitir tudo aquilo que sempre quis. É muito mais difícil ser profundo e poético de uma forma direta e leve e, nesse álbum, Wado consegue ter sucesso nessa tarefa. A música ganha um significado pessoal completamente novo quando o ouvinte se relaciona emocionalmente com ela e, ao evocar essa solidão que pinta a imagem de um cais abandonado num dia de sol e vento, a música consegue transmitir as sensações, como em Zelo, quando Wado e Cícero cantam “é a alegria indo de caso com a saudade”.

Com 11 músicas e 28 minutos de duração, Vazio Tropical pode ser considerado um álbum curto, mas isso não o impede de passar sua mensagem. A canção final, que dá nome ao disco, é somente instrumental e traz uma espécie de gancho que pede uma nova audição do álbum. É uma obra homogênea que em momento algum perde o seu clima. Seja falando de carne ou de flores, de tristeza ou de momentos em que está “tão feliz a ponto de explodir”, Wado é, em Vazio Tropical, um poeta de todos nós, acessível e profundo, enchendo esse vazio com uma beleza incomparável.

Anúncios
Esse post foi publicado em Música. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s